Actualidade

Pelo menos 51 palestinos foram feridos pelas forças represivas israelitas na sexta-feira durante os protestos da Grande Marcha do Retorno, junto à vedação com que Israel isola a Faixa de Gaza.

Israel aprovou a construção na Área C da Cisjordânia ocupada de 715 unidades habitacionais para palestinos e de 6000 casas para colonos israelitas.

Desde o início da década passada, equipas do Ministério da Defesa [de Israel] têm vasculhado arquivos locais e removido documentos históricos para ocultar provas da Nakba.
 

Israel convocou para interrogatório um menino palestino de quatro anos do bairro de Issawiya, em Jerusalém Oriental ocupada.

Muhammad Rabi’ Elayyan, de quatro anos, recebeu um mandado para ser interrogado na esquadra da polícia israelita da Rua Salah Eddin.

Um palestino foi morto a tiro pelo exército de Israel durante um protesto semanal na Faixa de Gaza, informou o Ministério da Saúde do território sitiado.

O presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, declarou nesta quinta-feira a cessação de todos os acordos assinados com Israel, incluindo a coordenação de segurança. Abbas anunciou também a formação de uma comissão para aplicar esta decisão.

O MPPM protesta contra a perseguição a activistas da solidariedade com a causa do povo palestino, nomeadamente Angeles Maestro em Espanha e Khaled Barakat na Alemanha, aos quais manifesta a sua solidariedade.                                               

Centenas de soldados israelitas invadiram esta segunda-feira a localidade palestina de Sur Baher, na Cisjordânia ocupada, perto de Jerusalém Oriental, para proceder à demolição de 10 prédios com cerca de 70 apartamentos.

Comunicados

COMUNICADO 03/2019

O MPPM condena a declaração feita ontem, 21 de Março, pelo presidente Donald Trump de que «é tempo de os Estados Unidos reconhecerem inteiramente a soberania de Israel sobre os Montes Golã».

COMUNICADO 02/2019

Os inimigos do povo palestino – com Trump, Netanyahu e Bolsonaro à cabeça – e as potências que há 25 anos ensanguentam o Médio Oriente com guerras agressivas e destruidoras estão ao ataque na América Latina.

COMUNICADO 01/2019
O MPPM — Movimento pelos Direitos do Povo Palestino e pela Paz no Médio Oriente saúda e associa-se à Semana Internacional pela Liberdade de Ahmad Sa’adat, que decorre entre 15 de 22 de Janeiro.
 
COMUNICADO 19/2018

O MPPM manifesta profunda preocupação pela notícia de que a União Europeia está a promover, pela calada e à pressa, a aprovação de um documento que caminha no sentido de equiparar críticas ao sionismo e a Israel com anti-semitismo.